Tamanho de fonte
Atualizado em sexta-feira, 21 de outubro de 2016 - 18h00

PF deflagra nova fase da Operação Acrônimo

Agentes investigam esquema que teria abastecido campanha de Pimentel

A Polícia Federal deflagrou a 10ª fase da Operação Acrônimo. Os agentes investigam um esquema de lavagem de dinheiro que teria abastecido a campanha do governador mineiro Fernando Pimentel (PT).


Nesta sexta-feira, foram cumpridos mandados de busca e apreensão no Sindicato de Empresas de Ônibus de Belo Horizonte e em construtoras de BH e do Rio de Janeiro.

A PF apura informação da delação premiada da publicitária Danielle Fonteles, dona da agência de comunicação Pepper Interativa. Segundo ela, cerca de R$ 1,5 milhão foram destinados para o Caixa 2 da campanha de Pimentel.

A defesa do governador disse não ter conhecimento desta nova fase da Operação Acrônimo.

Leia também:

PF faz operação contra policiais do Senado