Tamanho de fonte
Atualizado em segunda-feira, 20 de março de 2017 - 14h53

Carne Fraca: consumidores redobram atenção

Operação da Polícia Federal denunciou esquema de irregularidades na liberação de alimentos de grandes frigoríficos do país
Especialistas alertam que data de fabricação é mais importante que a de validade / Reprodução/Unsplash Especialistas alertam que data de fabricação é mais importante que a de validade Reprodução/Unsplash

No primeiro fim de semana depois da Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal na última sexta-feira (17), alguns consumidores adotaram táticas na hora de comprar carne.

Uma delas é para ela ser moída na hora, outra é perguntar se ela é chegou recentemente ao açougue.

O chef István Wéssel, colunista da BandNews FM, alerta: a data de fabricação do produto é mais importante do que a data de validade, e produtos embalados à vácuo tendem a ser sempre mais seguros.

Leia também:
Karnal: houve exagero da PF na Carne Fraca
Temer janta em rodízio de carne bovina importada
Confira a lista de empresas citadas na Carne Fraca
Carne Fraca indica crime contra a população, diz ministro

No caso da Operação Carne Fraca, o esquema de corrupção envolvia funcionários do Ministério da Agricultura. Mas, para a advogada da Associação de Consumidores Proteste, Sônia Amaro, a investigação precisa ser aprofundada e incluir outros órgãos de fiscalização.

Assista: Jornal da Band mostra os riscos do consumo de carne adulterada