Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 19 de abril de 2017 - 21h39

Procuradores: Lei de Abuso de Autoridade pode atrapalhar Lava Jato

Em vídeo, profissionais comentam projeto e pedem apoio à população
Para os procuradores esse projeto de lei é um Para os procuradores esse projeto de lei é um "ataque" as investigações da Lava Jato Gisele Pimenta/FramePhoto/Estadão Conteúdo

Procuradores que integram a força-tarefa da Operação Lava Jato no Ministério Público Federal do Paraná divulgaram um vídeo, nesta quarta-feira (19), criticando o projeto de lei de Abuso de Autoridade de autoria do líder do PMDB no Senado Renan Calheiros.

Nas imagens, divulgadas nas redes sociais, Deltan Dallagnol afirma que, se aprovado, o projeto vai "calar de vez a força tarefa da Operação Lava Jato e o juiz Sérgio Moro". Ele diz ainda que o projeto deve ser votado em maio.

Em entrevista à BandNews FM, o procurador da República Diogo Castor de Mattos, integrante do grupo de trabalho dedicado à operação, afirmou que um dos problemas do projeto é expor os investigadores à processos criminais "privados", sem a participação do Ministério Público.

Mattos encara esse projeto de lei como um "ataque" aos trabalhos da Lava Jato e questiona as prioridades do Congresso. Para ele, os parlamentares deveriam ter outras prioridades, como discutir as reformas da Previdência e Trabalhista.

Mobilizados pelas redes sociais, os procuradores estão contando com a participação popular para pressionar o Congresso contra a aprovação desse projeto de lei.


Veja também na reportagem do Jornal da Band: 



Leia mais: 
Temer recebe amigo citado na Lava Jato