Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 19 de abril de 2017 - 17h45

Defesa de Lula vai incluir absolvição de réus no processo sobre tríplex

Advogados do ex-presidente apresentaram ainda documentos ligando o imóvel à empreiteira OAS
Depoimento de Lula está marcado para 3 de maio / Marcelo Camargo/Agência Brasil Depoimento de Lula está marcado para 3 de maio Marcelo Camargo/Agência Brasil

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai anexar ao processo sobre o tríplex no Guarujá a absolvição de 12 réus no caso, entre eles o empreiteiro Leo Pinheiro e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

 

Nesta terça-feira (18), a juíza Maria Priscila Oliveira arquivou a ação sobre o suposto caso de corrupção envolvendo a OAS e a Bancoop, no Edifício Solaris. 

 

As acusações contra o ex-presidente tramitam na justiça de Curitiba. 

 

Os advogados do petista também apresentaram, em entrevista coletiva, documentos sobre a recuperação judicial da OAS. 

 

A empresa incluiu no plano de recuperação a unidade 164 A, que seria de Lula. De acordo com a defesa, os documentos confirmam que o apartamento “jamais foi dado ao ex-presidente”.

 

Ainda há outros processos sobre o caso do tríplex correndo na justiça de Curitiba. 

 

Nesta quinta-feira (20), o empresário Leo Pinheiro será ouvido - semana que vem será a vez de executivos da OAS e também do presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto. 

 

Já o depoimento de Lula está marcado para o dia 3 de maio.

 

Leia ainda:
Jurista diz que Moro está errado de obrigar Lula a ir às oitivas
Mônica diz que mentiu sobre caixa 2 em 2010 para 'preservar Dilma'
Ex-presidente da Câmara, Cunha trabalha com reparos na prisão