Tamanho de fonte
Atualizado em quinta-feira, 26 de abril de 2012 - 17h41

Ex-prefeito de Ataleia fica inelegível

O ex-prefeito foi condenado a quatro anos e nove meses de prisão por desvio e apropriação de recursos públicos

 

O ex-prefeito de Ataleia, no Vale do Jequitinhonha, Edison Gomes de Oliveira, está inelegível pelos próximos 12 anos e nove meses pela aplicação da Lei da Ficha Limpa.

O ex-prefeito foi condenado a quatro anos e nove meses de prisão por desvio e apropriação de recursos públicos. Como a nova Lei da Ficha Limpa determina oito anos de inelegibilidade após cumprimento da pena, o ex-prefeito só poderá voltar a se candidatar em 2024.

Edison Gomes de Oliveira foi condenado por ter desviado cerca de R$ 35 mil repassados pelo Ministério da Previdência Social para a construção de um centro destinado a famílias de baixa renda.