band.com.br

Tamanho de fonte
Atualizado em segunda-feira, 3 de março de 2014 - 20h51

Anac apura fraudes nas licenças de pilotos

Processos de habilitação não tinham controle nem vigilância, e ficavam ao alcance de qualquer funcionário na agência

O número de pilotos que fraudaram documentos para comandar aviões e helicópteros no Brasil pode ser ainda maior do que a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) apurou até agora. Os processos de habilitação não tinham controle nem vigilância, e ficavam ao alcance de qualquer funcionário na agência.

 


O Brasil conta hoje com pelo menos 18 mil pilotos de avião e de helicópteros. Destes, 12 mil tiveram seus processos realizados no antigo setor de habilitação da Anac em São Paulo. Foi aqui que a agência descobriu um esquema de falsificação de habilitações que beneficiou pelo menos 64 comandantes. O caso foi revelado com exclusividade pelo Jornal da Band.

Só que os números da fraude podem ser ainda maiores, segundo servidores da própria Anac. Os dados de cada piloto estão em pastas. São elas que indicam quais tipos de aeronaves a pessoa está capacitada para operar. Apesar da importância desses documentos, eles não contavam com nenhum controle ou vigilância. Uma funcionária da Anac afirmou que qualquer pessoa, inclusive da limpeza, tinha acesso aos processos, ou seja, era extremamente simples pegar um desses papeis para inserir ou alterar qualquer informação.

O caso é tratado como um escândalo, na opinião do presidente da Comissão da Viação e Transporte da Câmara dos Deputados, que vai convocar a Anac para dar explicações.

 

Cadastrando-se em nossa newsletter, você receberá diariamente em seu e-mail as últimas Notícias do Band.com.br
Aceito receber e-mails da Band e parceiros