Tamanho de fonte
Atualizado em segunda-feira, 17 de julho de 2017 - 12h07

Fase final dos JEAs começa nesta quinta, 20

Congresso técnico marca início dos Jogos Escolares do Amazonas, que acontece de 20 a 29 de julho
São 19 modalidades em disputa, entre individuais e coletivas / Mauro Neto/Sejel São 19 modalidades em disputa, entre individuais e coletivas Mauro Neto/Sejel

Os mais de sete mil alunos-atletas do Amazonas que vão estar na disputa da fase final do 40º Jogos Escolares do Amazonas (JEAs), que ocorre de 20 a 29 de julho em Manaus, estiveram representados por treinadores no Congresso Técnico da competição.

 

No total, cerca de 280 escolas de todo o estado participam do JEAs nas categorias Infantil e Juvenil.

 

São 19 modalidades nas categorias individual e coletiva e os vencedores estarão classificados para os Jogos Escolares de Juventude (JEJ), em setembro, em Curitiba (Infantil), e em novembro, em Brasília (Juvenil).

 

De acordo com a coordenadora geral do JEAs, Lilian Valente, as novidades presentes neste ano vão permitir um avanço no esporte. “Estamos dando uma oportunidade para a categoria Infantil, onde expandimos, assim o interior pode ter uma base e vir cada vez mais forte”.

 

Valente destaca a quantidade de pessoas trabalhando no evento. “No total, temos mais de 10 mil pessoas participando do JEAs, com 1.100 pessoas na organização e teremos 7.300 atletas, além do administrativo e corpo de professores. Não tenho dúvidas que a 40º será de um evento maduro e enriquecedor para todos”.

 

Da escola Ângelo Ramazzotti na capital, a professora de educação física, Nelma Menezes, diz que a preparação foi intensa. “A gente está brigando por chances de medalhas, como o aquatlhon. Quando eu anunciei na escola, o aluno Carlos Eduardo, que pratica natação e corrida, se prontificou. Nisso, passamos a treinar três vezes por semana”.

 

O educador físico de Itacoatiara, Gerty Maciel, afirmou que espera ver brilhar a cidade da Pedra Pintada. “Nossa delegação vai com atletismo, xadrez e o badminton. No atletismo e o xadrez temos possibilidade de obter medalhas, participamos de algumas competições que nos mostraram isso, e no badminton será a primeira vez que iremos participar”.

 

Da Cidade dos Botos, Novo Airão vem com duas escolas que querem destaque no handebol e no voleibol, treinadas pelo professor de educação física, Júlio Higino. “Professor tem que se desdobrar. O nosso handebol já uma modalidade bem forte. Vamos para cima e com garra”.