Tamanho de fonte
Atualizado em terça-feira, 14 de novembro de 2017 - 14h58

Meeting deve reunir 2 mil amantes da Capoeira

Neste fim de semana, o Jungle Meeting vai reunir mestres e admiradores para discutir a arte marcial e participar de rodas
Um dos destaques da programação é a roda de capoeira sobre o Encontro das Águas / Divulgação/Abada Capoeira Um dos destaques da programação é a roda de capoeira sobre o Encontro das Águas Divulgação/Abada Capoeira

Patrimônio cultural afro-brasileiro, a Capoeira estará em destaque a partir desta sexta-feira, 17, até domingo, 19, na 5ª edição do Jungle Meeting – Encontro na Selva, que deve reunir mais de dois mil mestres, professores, alunos e admiradores desta arte marcial.

 

A programação acontece em locais distintos da capital amazonense.

 

Com uma agenda extensa e nomes consagrados da modalidade, o evento ainda faz homenagem ao Dia da Consciência Negra, celebrado dia 20 de novembro.

 

No primeiro dia do evento, o encontro será na Vila Olímpica, a partir das 17h15. Mais de 30 mestres de estados como Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte e o secretário de cultura de Antioquia, na Colômbia, Hector Arias, participam da palestra ‘Salvaguarda Capoeira, Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade’, ministrada por Karla Bitar, do Iphan.

 

O objetivo da ação é informar e alertar sobre programas e projetos de lei que garantem direitos a esta modalidade. Logo após, às 19h, acontece a roda de abertura, com a mudança de graduação.

 

No sábado, 18, o Jungle Meeting terá um ‘palco’ especial: o Encontro das Águas. Neste cartão postal do Amazonas, em cima de uma balsa, acontecerá uma reunião de 50 mestres e professores que irão participar de uma grande roda.

 

Participam da atividade os mestres Beto Simas (Rio de Janeiro), Mão Branca (Belo Horizonte), Macula (São Paulo), Mestre Aranha (Inglaterra), entre outros.

 

No mesmo dia, pela tarde, às 14h, inicia uma programação com oficinas e aulas no shopping Ponta Negra.

 

Para fechar o Meeting, no domingo, 19, o local escolhido foi a Faixa Liberada da Ponta Negra. Serão realizadas brincadeiras, rodas e instruções. Das 8h às 11h30, mais de 200 profissionais prometem colocar todo mundo para gingar, dançar e se encantar com esta arte.

 

Programação

Sexta-feira, 17

17h15 – Palestra ‘Salvaguarda Capoeira, Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade’, que será ministrada por Karla Bitar, superintendente do Iphan.

19h – Roda de capoeira e mudança de graduação, na Vila Olímpica. Entrada gratuita.

 

Sábado, 18

9h – Saída do Píer do Tropical Hotel para encontro e roda de capoeira no Encontro das Águas.

14h – Shopping Ponta Negra com oficinas e aulas sobre a Capoeira. Entrada gratuita.

 

Domingo, 19

Das 8h até 11h30 – Encontro de Roda e oficinas para a população na Faixa Liberada da Ponta Negra. Entrada gratuita.