BandNews FM BH
Nativa FM 103,9
Tamanho de fonte
Atualizado em segunda-feira, 20 de março de 2017 - 14h35

Empate mais que amargo

Time azul sai na frente no placar, mas cede igualdade no começo do segundo tempo e para na retranca da equipe de Tombos

Em um jogo truncado e sem muitas emoções, o Cruzeiro não saiu do 1 a 1 contra o Tombense, em duelo disputado ontem no Gigante da Pampulha, válido pela oitava rodada do Campeonato Mineiro. Depois de sair na frente com um gol de Arrascaeta no primeiro tempo, o time celeste acabou cedendo empate ao adversário no início da segunda etapa, com o atacante Alex Gonçalves, e não conseguius furar a retranca da defesa do Tombense.

 

O resultado deixou os comandados de Mano Menezes em situação complicada na briga pela primeira posição do Mineiro. Com 20 pontos, a Raposa viu o rival Atlético abrir quatro pontos de frente na ponta da tabela.

 

Agora, o Cruzeiro vira a chave e retorna a campo amanhã, às 21h30, contra o Joinville, na Arena Joinville, pela Primeira Liga. Já pelo Campeonato Mineiro, a Raposa vai à Uberlândia, no domingo que vem (26), para enfrentar os donos da casa, às 18h30, no Parque do Sabiá.


Início truncado, fim dramático

 

O jogo teve um início bem disputado, com os dois times marcando muito e encontrando pouco espaço para levar perigo ao ataque. O primeiro lance de emoção aconteceu apenas aos 16 minutos. Alisson recebeu bom passe de Arrascaeta e mandou uma bomba da entrada da área, obrigando o goleiro Darley a fazer uma grande defesa.

 

 Sóbis mandar um ‘tirambaço’ contra o gol do Tombense. Mais uma vez, Darley se esticou todo e evitou o primeiro do Cruzeiro. Porém, seis minutos depois, o placar seria aberto: Arrascaeta recebeu lindo lançamento de Ariel e de pé direito, mandou para o fundo da rede: Cruzeiro 1 a 0.

 

A Raposa começou o segundo tempo tomando um susto logo no início. Antes do primeiro minuto de bola rolando, o atacante Alex, nas costas da defesa cruzeirense, bateu na saída de Rafael para deixar tudo igual no Mineirão: 1 a 1.

 

Após o gol, o time de Tombos recuou a marcação, chamou a Raposa para seu campo na tentativa de encaixar um contra-ataque fatal. Já o Cruzeiro, trocava passes, buscando achar espaço na defesa adversária, sem muito sucesso. Mas aos 12 minutos, quase conseguiu ampliar com Arrascaeta. Embora soberano na partida – com mais de 15 finalizações contra o arco do clube de Toimbos –, o time azul foi incapaz de transformar as chances em gols e saiu de campo sob vaias de sua torcida.