BandNews FM BH
Nativa FM 103,9
Tamanho de fonte
Atualizado em quinta-feira, 20 de abril de 2017 - 14h44

Atlético decepciona no Paraguai

A atuação do Atlético ontem, sob o comando do técnico Roger Machado, pela Copa Libertadores, foi decepcionante. Jogando em um gramado horroroso em Assunção, no Paraguai, o Galo foi presa fácil para o Libertad. Com quatro pontos no Grupo 6, o Atlético ainda pode ser ultrapassado pelo Godoy Cruz, que tem a mesma pontuação e entra em campo hoje contra o Sport Boys-BOL.

 

Futebol praticamente não aconteceu. Castigado pela chuva, as poças de água no gramado impediram qualquer chance de uma troca de passes ou de avanço com a bola. Mesmo assim, o Libertad soube explorar as fraquezas do Atlético desde o início. Aos 26 minutos, em uma boa jogada trabalhada pelos donos da casa, Ángel Lucena apareceu livre na entrada da área e bateu fraco. Giovanni poderia ter defendido, mas caiu atrasado e acabou tomando o gol.

 

O time paraguaio continuou explorando a fraca defesa alvinegra, e quase ampliou com chutes de fora da área. O único chute a gol do Atlético no jogo veio em cobrança de falta fraca de Otero.

 

No segundo tempo, a chuva apertou ainda mais, e o futebol do Atlético continuou escondido. Cazares, Maicossuel e Rafael Moura entraram em campo, mas apenas o último conseguiu fazer alguma coisa. Nos minutos finais, o Galo foi uma bagunça. Elias foi para o ataque, Léo Silva começou a atuar como volante, e o time não parava de cruzar a bola para dentro da área. Todos as tentativas sem sucesso.

 

Como se a partida já não estivesse ruim o bastante, os jogadores do Libertad começaram a se jogar a cada toque dos jogadores atleticanos. Para o Galo, o apito final foi um alívio diante de uma atuação tão desastrosa.