Tamanho de fonte
Atualizado em quinta-feira, 18 de agosto de 2011 - 12h07

Rodoanel Leste terá 24 mil veículos por dia

As obras, que começaram nesta quinta-feira, devem terminar apenas em 2014
O governador de São Paulo Geraldo Alckmin autorizou nesta manhã o início das obras do Trecho Leste do Rodoanel Mario Covas / Edu Silva/ AFP O governador de São Paulo Geraldo Alckmin autorizou nesta manhã o início das obras do Trecho Leste do Rodoanel Mario Covas Edu Silva/ AFP

As obras do Trecho Leste do Rodoanel começaram nesta quarta-feira em Mauá. A previsão do governo do Estado é de que o novo trecho receba 24 mil veículos diariamente depois de pronto, sendo 70% de caminhões. As obras devem terminar apenas em 2014.

O Trecho Sul, inaugurado em abril de 2010, recebe em média 70 mil veículos. Pelo Trecho Oeste, em funcionamento desde 2002, são 71 mil. O objetivo do anel viário é retirar da região metropolitana os veículos de carga pesada e aliviar o trânsito.

No ABC, o Trecho Leste passará também por Ribeirão Pires. A cidade, porém, não terá acesso para o anel viário. A previsão da Artesp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo) é que a construção da nova via desaproprie 960 terrenos em seu trajeto.

A delimitação dos imóveis, porém, ainda não foi concluída. A previsão é que as desapropriações custem R$ 442 milhões. Apenas um dos três lotes do Trecho Leste possui licença ambiental. De acordo com o governo do Estado, até o fim deste mês os outros dois lotes já estarão liberados.

A construção do Trecho Leste será feita pela concessionária SPMar, que em troca recebeu autorização para operar o Trecho Sul, construído pelo Estado.