Tamanho de fonte
Atualizado em quinta-feira, 20 de outubro de 2016 - 13h45

SP: Justiça suspende cobrança de Uber

Medida aumentaria imposto pago pelas empresas por quilômetro rodado
Taxa para Uber poderia chegar a 40 centavos, segundo resolução da gestão Fernando Haddad / BandRS Taxa para Uber poderia chegar a 40 centavos, segundo resolução da gestão Fernando Haddad BandRS

A Justiça de São Paulo determinou a suspensão da cobrança de uma taxa progressiva para o serviço de transporte por aplicativos, como o Uber. 

 

A medida, da Prefeitura de São Paulo, previa um aumento no imposto pago pelas empresas a depender do quilômetro rodado e da quantidade de carros nas ruas. A taxa, que antes de 10 centavos fixos por quilômetro, poderia chegar a 40 centavos, segundo resolução da gestão Fernando Haddad.

 

A prefeitura ainda pode recorrer da decisão que suspendeu a nova cobrança, concedida através de uma liminar.

 

Em nota, o Uber afirma que “a resolução da Prefeitura de São Paulo aumentaria arbitrariamente o custo dos serviços de transporte individual privado” e argumenta que ela é “contra o princípio Constitucional da Livre Concorrência”.


Leia também:
Tribunal libera cobrança de multas por farol apagado