Tamanho de fonte
Atualizado em sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017 - 15h12

RJ: Família de diretor da OAB é executada em casa

Wagner Salgado, a esposa e a filha de 10 anos foram assassinados a tiros
OAB cobrou rapidez na investigação do homicídio / Reprodução/Facebook OAB cobrou rapidez na investigação do homicídio Reprodução/Facebook

A família do diretor de eventos e conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) foi executada a tiros na madrugada desta sexta-feira (17) na casa da família, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro.

Soraya Gonçalves de Resende, de 37 anos, sua filha Geovanna Resende Salgado, de 10, morreram na hora. Já o diretor Wagner da Silva Salgado, 42, chegou a ser socorrido por vizinhos, mas não resistiu aos ferimentos.

Informações iniciais da Polícia Civil contam que um homem teria entrado no apartamento das vítimas, mas não foram encontradas marcas de arrombamento no imóvel. A Divisão de Homicídios investiga o caso.

A OAB do Rio divulgou uma nota de pesar lamentando a morte do diretor. A nota cobra rapidez na apuração dos fatos. Leia: 

“É com imenso pesar que a diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Estado do Rio de Janeiro (OAB/RJ), comunica o falecimento do diretor de Eventos da OAB/São Gonçalo, Wagner da Silva Salgado, de sua esposa, Soraya, e da filha, Geovanna, após ato de extrema violência que ocorreu dentro da casa da família, na madrugada desta sexta-feira, dia 17.

A presidência da OAB/RJ já entrou em contato com a Secretaria Estadual de Segurança para exigir rapidez na investigação do bárbaro crime. A Seccional se solidariza com a advocacia local na pessoa de seu presidente Eliano Enzo e oferece todo o apoio neste momento de grande tristeza e revolta.”

Leia também:
Mãe mata duas filhas e tenta suicídio na Itália