Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 19 de abril de 2017 - 16h01

PMs filmados executando duas pessoas são soltos

Policiais devem cumprir apenas funções administrativas
Agentes também são suspeitos de terem efetuado os disparos que mataram a adolescente Maria Eduarda / Reprodução/Band Agentes também são suspeitos de terem efetuado os disparos que mataram a adolescente Maria Eduarda Reprodução/Band

Os dois policiais filmados executando duas pessoas em frente à escola onde a estudante Maria Eduarda Alves foi baleada e morta devem ser soltos ainda nesta quarta-feira.

A informação foi passada por uma fonte da BandNews FM e confirmada pela Justiça fluminense, que afirmou que a prisão foi revogada.

Os dois estão presos no Batalhão Especial Prisional, em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro, e ainda não deixaram a unidade por questões burocráticas. A Polícia Militar declarou que ainda não foi comunicada da decisão.

O cabo Fábio de Barros Dias e o sargento David Gomes foram denunciados por homicídio pelo Ministério Público Estadual, na última segunda-feira.

A promotora Carmen Eliza não considerou necessária a manutenção dos dois na cadeia, mas solicitou que a dupla cumpra apenas funções administrativas.

Veja o vídeo em que os policiais foram flagrados:


Veja também:
Tiros que mataram Maria Eduarda não eram de fuzil
"Mataram meu bebê", diz mãe de menina baleada em escola