Tamanho de fonte
Atualizado em segunda-feira, 19 de junho de 2017 - 16h20

Madrasta de Isabella Nardoni pode ir para o semiaberto

Promotor classificou o comportamento de Anna Carolina Jatobá como exemplar
Anna Carolina alega ter preenchido todos os requisitos para passar ao regime semiaberto  / Nilton Fukuda/Estadão Conteúdo Anna Carolina alega ter preenchido todos os requisitos para passar ao regime semiaberto Nilton Fukuda/Estadão Conteúdo

O Ministério Público de São Paulo emitiu um parecer favorável à progressão de pena de Anna Carolina Jatobá, madrasta de Isabella Nardoni.

Presa na penitenciária de Tremembé, ela alega ter preenchido todos os requisitos legais para passar ao regime semiaberto. O pedido da defesa foi feito em abril deste ano.

De acordo com o promotor Luiz Marcelo Negrini, todos os agentes responsáveis por avaliar a sentenciada se manifestaram pela concessão do benefício. Ele acrescenta que não há qualquer falta no prontuário de Anna Carolina Jatobá na unidade prisional onde se encontra. 

Segundo o promotor, o comportamento dela é exemplar, e a análise do pedido não pode sucumbir à opinião pública, independente da gravidade do crime. O parecer destaca que a progressão ao regime semiaberto não significa liberdade, devendo a sentenciada amargar longos anos no sistema prisional.

A concessão do benefício ainda necessita de autorização da Justiça.

Relembre o caso 


Isabela Nardoni foi morta em 2008 aos cinco anos de idade, após ir passar um fim de semana na casa do pai, Alexandre Nardoni, e da madrasta, Anna Carolina Jatobá. As investigações concluíram que os dois foram responsáveis por agredir e atirar o corpo da criança da janela do 6º andar do apartamento onde o casal morava, na tentativa de simular um acidente.

Alexandre Nardoni foi condenado a 31 anos de prisão, mas teve a pena reduzida para 30 anos e dois meses. Já Anna Carolina Jatobá teve sentença de 26 anos e oito meses decretada.

Você lembra?
Mãe de Isabella Nardoni posta foto do filho Miguel
Filhos de Alexandre Nardoni e Anna Jatobá levam uma vida tranquila