Tamanho de fonte
Atualizado em segunda-feira, 17 de julho de 2017 - 15h09

SP: Usuários reclamam de estacionamentos do Metrô

Preço aumentou enquanto qualidade do serviço oferecido teve queda
Cartão E-Fácil permite que usuário deixe carro em estacionamentos do Metrô / Divulgação/Governo do Estado de São Paulo Cartão E-Fácil permite que usuário deixe carro em estacionamentos do Metrô Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Usuários do sistema que garante estacionamento em estações do Metrô de São Paulo reclamam da alta no preço e da queda na qualidade do serviço.

Desde o início deste mês, o valor diário do bilhete E-Fácil teve um aumento de quase 30%, como constatou a reportagem da BandNews FM.

Criado em 2009 como uma forma de promover a integração entre carro e transporte público, o bilhete tem como principal objetivo desafogar o trânsito na cidade.

Atualmente, duas estações contam com o programa que oferece estacionamento e duas viagens de metrô. Na Santos-Imigrantes, da Linha 2-Verde, o valor passou de R$ 12,95 para R$ 16,60. JánEm Corinthians-Itaquera, da Linha 3-Vermelha, o preço saiu de R$ 10,79 para R$ 13,60.

Comparação


Fora do país, os preços para o mesmo tipo de serviço são muito menores. Em Toronto, no Canadá, por exemplo, estacionar em estações do metrô custa - em média - R$ 5 em horários de pico, mas quem chega depois das 9h30 da manhã para de graça.

Em nota, o Metrô afirmou uma nova empresa passou a operar os estacionamentos em julho e que os preços foram corrigidos para permitir à operadora arcar com a melhoria dos serviços e infraestrutura. 

Leia também:
Metrô lança aplicativo para receber denúncias

SP: Estações da Linha 5-Lilás serão entregues com 1 mês de atraso