band.com.br

Tamanho de fonte
Atualizado em domingo, 6 de fevereiro de 2011 - 09h14

Polícia faz megaoperação em favelas do Rio de Janeiro

policiais estão envolvidos na ação que deve terminar em um mês

A polícia iniciou às 6h deste domingo uma megaoperação para ocupar nove comunidades do Estácio, Rio Comprido e Santa Teresa, no Rio de Janeiro. Mais de 700 policiais, entre militares, civis e federais vão instalar UPPs (Unidade de polícia pacificadora) na região do Complexo de São Carlos.

A ação ainda conta com o auxílio de cinco blindados da Marinha e não tem data para terminar. A previsão da Secretaria estadual de Segurança Pública é de que a varredura dure mais de um mês, até que sejam inauguradas as UPPs.

A ação simultânea acontece nos morros de São Carlos, Mineira, Querosene, Fogueteiro, Zinco, Fallet, Coroa, Prazeres e Escondidinho.

Caveirão do ar


O helicóptero blindado da PM, apelidado de "caveirão do ar" faz sua estreia na operação e dá apoio ao Batalhão de Operações Especiais. O veículo, chegou ao Rio na última sexta-feira, tem capacidade para 15 pessoas e no mesmo dia recebeu autorização para funcionar. O helicóptero foi usado pelo exército americano na Guerra do Vietnã e custou cerca de R$ 12 milhões.

O Batalhão Florestal fica responsável pelas incursões na mata. Depois, equipes da companhia de cães vão entrar em operação. Já a Polícia Civil faz o cerco em todas as entradas das favelas.

Uma equipe de 250 policiais civis de sete delegacias especializadas está de prontidão na Chefia de Polícia Civil, onde está sendo monitorada a movimentação de bandidos dessa região para as outras favelas.

Equipamentos tecnológicos

As próximas aquisições da Secretaria estadual de Segurança Pública devem ser os óculos de visão noturnas, metralhadoras Minimi e o identificador de disparo.

Redatora: Bárbara Forte

Cadastrando-se em nossa newsletter, você receberá diariamente em seu e-mail as últimas Notícias do Band.com.br
Aceito receber e-mails da Band e parceiros