band.com.br

Tamanho de fonte
Atualizado em domingo, 19 de junho de 2011 - 20h33

Juiz goiano anula primeira união gay após decisão do STF

O casal que teve o casamento negado deve pedir ajuda à Comissão da Diversidade Sexual da OAB

O presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) considerou neste domingo um “retrocesso moralista” a decisão do juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública Municipal e Registros Públicos de Goiânia, Jeronymo Pedro Villas Boas, em anular a primeira união homossexual após a decisão favorável do STF (Supremo Tribunal Federal).

O juiz questionou a decisão tomada pelo STF e alegou que a Corte não tem competência para alterar normas da Constituição. O casal que teve o casamento negado, Liorcino Mendes e Odílio Torres, deve pedir ajuda à Comissão da Diversidade Sexual da OAB e realizar uma denúncia junto ao Conselho Nacional de Justiça.

Cadastrando-se em nossa newsletter, você receberá diariamente em seu e-mail as últimas Notícias do Band.com.br
Aceito receber e-mails da Band e parceiros