Agentes denunciam "total falta de controle" na Fundação Casa

Menores do semiaberto aproveitam saída para cometer crimes

Agentes da Fundação Casa denunciam a “total falta de controle” sobre os menores do regime semiaberto, que aproveitam as saídas diárias para voltar a cometer crimes.

Atualmente, em São Paulo, cerca de 500 adolescentes infratores estão autorizados a deixar as unidades durante o dia, desde que “comprovem” que vão trabalhar ou estudar. O problema, segundo funcionários da fundação, é que, na maioria dos casos, as “provas” apresentadas são falsas.

O repórter Agostinho Teixeira, da Rádio Bandeirantes, conversou com um dos funcionários, que não quis se identificar. Ele relatou que muitos jovens pegos realizando infrações são levados novamente para a fundação.  "A gente sabe disso porque muitas vezes, durante nosso trabalho no dia a dia, policiais chegam com menores perguntando se eles são dali, a mãe liga dizendo que não está indo para o trabalho, para o curso".

A reportagem da Rádio Bandeirantes tentou contato com o presidente da Fundação Casa, o secretário de Justiça Márcio Elias Rosa, mas a assessoria de comunicação disse que ele está "muito ocupado".

Escute a reportagem de Agostinho Teixeira: 


Leia também:
Grupo invade Fundação Casa e resgata 12 menores

Compartilhar

Deixe seu comentário