Mulher do traficante Nem da Rocinha é presa na Ilha do Governador

Danúbia Rangel era foragida da Justiça e tinha como recompensa R$ 1 mil pela sua captura

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu, nesta terça-feira (10), Danúbia Rangel, mulher do traficante Antônio Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha.

Ela estava na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio de Janeiro, e foi levada para a Cidade da Polícia, na mesma região.

Danúbia responde por tráfico de drogas, associação ao tráfico, falsidade ideológica, corrupção ativa, lavagem ou ocultação de bens, entre outras acusações. O Portal dos Procurados oferecia R$ 1 mil por informações de seu paradeiro.

A mulher de Nem já havia sido presa, mas foi solta em março do ano passado. Em julgamento, ela foi condenada a 28 anos de prisão por tráfico de drogas, associação com o tráfico e corrupção; com isso, passou a ser considerada foragida da Justiça.

Jornal da Band: Forças Armadas voltam à Rocinha para varredura

Danúbia é um dos principais pivôs da guerra entre traficantes que atinge a comunidade da Rocinha desde o dia 17 de setembro. Naquele dia, criminosos ligados a Nem tentaram invadir a favela, para retomar o controle, após Danúbia ter sido expulsa do local pelo ex-segurança de Nem, o traficante Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157.

Era ela quem dava as ordens no tráfico, a mando de Nem, até perder o poder para Rogério 157. Por causa da guerra entre os dois grupos, o governo federal autorizou o envio de tropas das Forças Armadas para reforçar as operações das polícias Civil e Militar.

Compartilhar

Deixe seu comentário