Presos fazem rebelião na Penitenciária de Cascavel, no Paraná

Dois agentes são mantidos reféns e duas pessoas morreram - uma delas era um detento que foi decapitado

Presos realizam uma rebelião na Penitenciária de Cascavel, no oeste do Paraná, nesta sexta-feira. Dois agentes são mantidos reféns e duas pessoas foram mortas, sendo uma das vítimas um detento.

Segundo a Polícia Militar (PM), o preso morto foi decapitado por outros presos. Ele foi identificado como Thiago e cumpria pena por estupro.

Além disso, pelo menos três agentes foram feitos reféns no motim, que começou na tarde dessa quinta-feira (9) - apenas um deles foi liberado, até o momento, com ferimentos graves - seu nome não foi divulgado.

Por causa da destruição de boa parte da unidade, foram necessárias duas transferências de presos no fim da noite. Uma, de 152 detentos, para a Penitenciária Industrial de Cascavel, ao lado; e outra, de 50 presos, para uma unidade da Polícia Civil.

Os presos reivindicam uma alimentação de melhor qualidade e protestam contra o tratamento dos agentes que, segundo eles, são muito truculentos.

Um ônibus com policiais militares da Tropa de Choque foi deslocado à penitenciária para reforçar o policiamento externo e ajudar numa eventual entrada na unidade. 

Em carta, presos reclamam de maus tratos; veja no Tarobá Newscarta presos cascavelRedação Tarobá News

Compartilhar

Deixe seu comentário