Situação está descontrolada em Cascavel, diz presidente de sindicato

Representante dos agentes Penitenciários do Paraná informou que a rebelião está longe de terminar; duas pessoas morreram

O presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná, Jairo Ferreira Filho, disse, nesta sexta-feira (10), que a negociação com os presos está longe de terminar. A rebelião teve início na tarde dessa quinta-feira (9).

De acordo com Jairo, a situação está descontrolada na Penitenciária Estadual de Cascavel.

Ele afirmou que os presos não querem a presença de integrantes do grupo SOE (Seção de Operações Especiais do Depen-PR).

Três agentes peniteciários foram feitos reféns, sendo que dois continuam com os presos.

O que foi resgatado pela equipe de Choque ficou feriado após ser esfaqueado pelos detentos.

IML

Familiares dos presos da Peniteciária Estadual de Cascavel, no Paraná, se revoltaram após a entrada e saída de um veículo do Instituto Médico Legal (IML).

Entretanto, a Polícia Militar (PM) não confirmou se algum corpo foi retirado do local. Duas pessoas morreram até agora.

Compartilhar

Deixe seu comentário