Sobe para 16 o número de policiais militares mortos no Rio

O último sargento assassinado, Fábio Miranda Silva, foi baleado em suporta tentativa de assalto durante o dia de folga

A Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro informou a morte do sargento Fábio Miranda Silva, ferido por criminosos no bairro do Méier, zona norte da cidade, durante o dia de folga, no início da tarde de desta terça-feira (13). Assim, sobe para 16 o número de policiais militares assassinados no Rio neste ano.

De acordo com a corporação, Silva andava em uma rua do bairro quando criminosos armados atiraram. Investigações preliminares feitas no local indicam que teria ocorrido uma tentativa de roubo.

O sargento foi levado para o Hospital Municipal Salgado Filho, mas não resistiu aos ferimentos. Ele era lotado no Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), tinha 41 anos, estava na Corporação desde 2002 e deixa dois filhos. Até o momento, não foi informado nem o horário nem o local do sepultamento.

Dos 16 policiais que perderam a vida este ano, sete estavam de serviço, oito de folga e um era reformado. Dois policiais civis também foram assassinados desde janeiro, com eles são 18 agentes de segurança mortos em 2018.

Compartilhar

Deixe seu comentário