Vigilância retira anticoncepcionais das ruas

Cerca de 1,3 milhão de medicamentos estavam irregulares

A Vigilância Sanitária tirou de circulação cerca de 1,3 milhão de anticoncepcionais entre 2007 e 2010, afirmou a colunista da Folha de S. Paulo Mônica Bergamo.  Segundo ela, os medicamentos foram reprovados após análise no Instituto Adolfo Lutz.

Os produtos foram comprados para o Programa de Saúde da Mulher, que distribui gratuitamente os  remédios.

De acordo com Bergamo, de 154 lotes pesquisados, 34 apresentaram problemas nos rótulos ou na quantidade do princípio ativo. Os problemas poderiam comprometer sua eficácia. 

Compartilhar

Deixe seu comentário