"Em um segundo eu perdi minha mãe e irmã"

As duas foram atropeladas e mortas por um motorista embriagado e em alta velocidade; veja o desabafo de familiares

A morte de mãe e filha atropeladas por um motorista em alta velocidade e com sinais de embriaguez causou inconformidade na família das vítimas. As duas estavam na calçada quando foram surpreendidas por um veículo desgovernado. 

O impacto prensou as duas vítimas contra um muro. O choque foi tão violento que lançou o motor para fora do capô. O velocímetro ficou travado em 100 km/h. Mas o limite na via onde aconteceu o acidente é de 70 km/h.

"Perdi minha mãe e minha irmã em um segundo", disse Rafael Baltresca. "Simplesmente por causa da irresponsabilidade de um sujeito em se embriagar", completou o filho e irmão das moças. 

O motorista foi preso e indiciado por homicídio doloso, por ter assumido o risco de causar o acidente que acabou em mortes.

Nesta segunda-feira o motorista Marcos Alexandre Martins, de 33 anos, foi transferido para um Centro de Detenção Provisória.

Compartilhar

Deixe seu comentário