SP: criança é agredida por casal homossexual

A faxineira da casa do casal levou o menino ao hospital. O garoto disse a ela que sofria maus tratos e abusos sexuais

 Uma criança foi agredida por um casal homossexual na zona norte de São Paulo. Quem levou a criança ao hospital foi a faxineira da casa.

 

De acordo com ela, o casal homossexual dizia que a criança morava com a mãe na Bahia e que ela tinha cedido a guarda do menino para eles.

 

Na última sexta feira, a trabalhadora percebeu que a criança estava com febre e como o casal não estava, a faxineira o levou para casa. Durante o banho do garoto, ele contou que estava com muita dor.

 

A mulher levou o menino para o hospital, onde o menino deu entrada com desidratação, desnutrição, broncopneumonia e tinha marcas de agressão pelo corpo.

 

A Polícia Militar recebeu uma denúncia no domingo para ir até o Hospital Cachoeirinha, onde o menino estava internado, mas já recebeu alta.

 

A vítima passou por exames de ultrassom e raio-x, mas não tinha nenhuma lesão grave. O garoto contou para a faxineira que sofria maus tratos e abuso sexual.

 

A ocorrência foi registrada no 13º DP e o Conselho Tutelar foi acionado.

Compartilhar

Deixe seu comentário