RJ: operário atingido por vergalhão deixa CTI

O jovem Eduardo Leite teve o crânio atravessado por um vergalhão em um acidente de trabalho na última semana

O operário Eduardo Leite, de 24 anos, que teve o crânio atravessado por um vergalhão, de cerca de dois metros de comprimento, em um acidente de trabalho na última semana, deixou nessa terça-feira o CTI (Centro de Terapia Intensiva) do hospital Municipal Miguel Couto, no Rio de Janeiro.


O jovem foi transferido para um quarto normal e continua se recuperando. Segundo os médicos, o acidente não ocasionou sequelas.

Uma vistoria realizada anteontem pelo Crea-RJ (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) na obra onde Leite trabalhava constatou que o vergalhão não estava bem amarrado ao ser içado.

Veja reportagem sobre o acidente no Jornal da Band.  

Compartilhar

Deixe seu comentário