Tamanho de fonte
Atualizado em segunda-feira, 20 de março de 2017 - 17h56

Macacos mortos não possuíam febre amarela, diz Fiocruz

SES informou que não há evidências da circulação do vírus no município do Rio
SES afirmou que não há casos, até o momento, da doença em macacos ou humanos no município. / Agência Brasil SES afirmou que não há casos, até o momento, da doença em macacos ou humanos no município. Agência Brasil
Os resultados dos testes realizados em amostras de cinco macacos mortos, coletadas em outubro de 2016, apresentaram resultados negativos para febre amarela, segundo a Fundação Oswaldo Cruz.

A instituição realizou testes de imunohistoquímica (que busca a presença de antígenos na amostra), uma das técnicas utilizadas para diagnóstico da doença tanto em humanos quanto em animais.

A Secretaria de Estado de Saúde informou que, até o momento, não há evidência da circulação do vírus da febre amarela no município. Também não há casos de febre amarela confirmados - seja em macacos ou em humanos.

Leia também: 

Prefeito Marcelo Crivella descobre tumor na próstata