Band News FM 94.9
Bradesco Esporte FM 91.1
MPB 90.3
Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 8 de julho de 2015 - 09h42

Procon autua estabelecimento na Zona Oeste

Os agentes verificaram péssimas condições de higiene do local que foi atuado. Também foi verificado trabalho escravo que será investigado pela polícia e o MP.
Procon verificou a existência de trabalho escravo em pastelaria da Zona Norte / Divulgação/Procon Procon verificou a existência de trabalho escravo em pastelaria da Zona Norte Divulgação/Procon

O Procon realizou na tarde desta terça-feira (07) em conjunto com a Secretaria de Defesa do Consumidor, Ministério do Trabalho, Ministério Público e a Polícia Rodoviária a operação Dragão com o intuito de fiscalizar uma pastelaria e uma fábrica com suspeita de fabricar yakisoba para ambulantes no bairro de Vista Alegre, na Zona Norte do Rio.

Os agentes verificaram as péssimas condições de higiene do local que foi atuado. Também foi verificado trabalho análogo ao escravo que será investigado pela polícia e o MP.

Em relação à residência suspeita, o Procon Estadual irá oficiar a Polícia Federal, que é competente para analisar o caso.

Na Pastelaria Mais Dez, localizada na Rua Ponta Porã, 10, no mesmo bairro, os fiscais encontraram uma lixeira aberta e sem tampa, um ralo não sanfonado e um bagaço de cana depositado no chão da área de preparação na cozinha.

Havia também cerca de 1kg e 200g de requeijão vencido e diversos produtos sem especificações de produção e validade: 300g de camarão, 500g de frango cru, duas bandejas de hambúrguer, com sete unidades cada, que estavam expostas a insetos e à poeira, 300g de carne moída cozida, 500g de frango temperado cozido e 2kg e 500g de massa para salgados. Além disso, o certificado de dedetização estava vencido desde o dia 24 do mês passado.