Tamanho de fonte
Atualizado em quinta-feira, 11 de janeiro de 2018 - 15h44

Aeroporto Santos Dumont sofre com falta de fiscalização

Tempo limite para motoristas permanecerem no embarque não é respeitado
Taxistas não se intimidam com presença da Guarda Municipal / (Foto: Christiano Pinho) Taxistas não se intimidam com presença da Guarda Municipal (Foto: Christiano Pinho)

Taxistas que permanecem parados com os carros no embarque do Aeroporto Santos Dumont, na Região Central do Rio, estão atrapalhando outros motoristas que precisam deixar ou buscar alguém no local. Nem a presença da Guarda Municipal intimida os profissionais, que ignoram as placas indicando o tempo limite de 5 minutos para estacionar no espaço.

A denúncia foi feita por um ouvinte da BandNewsFM que prefere não se identificar. Ele conta também que motoristas do aplicativo Uber, para conseguir corridas, estacionam em locais proibidos no entorno do aeroporto, como em pontos do Aterro do Flamengo e em frente ao Museu de Arte Moderna. A prática acontece para que eles não percam o lugar na fila virtual que a companhia criou para a área do aeroporto.



r


Nossa reportagem constatou que durante pelo menos 40 minutos nenhum guarda municipal fiscalizava as irregularidades no Santos Dumont. Mesmo após a chegada de três agentes, os táxis que já estavam há mais de 5 minutos parados no embarque continuaram no local.

Não havia fiscalização nos pontos do Aterro do Flamengo onde motoristas da Uber estavam estacionados em local proibido.

A Guarda Municipal afirma em nota que após a denúncia, a fiscalização será intensificada. Sobre as irregularidades no aeroporto, a corporação garante fiscalizar diariamente o trânsito no entorno, inclusive, tendo aplicado mais de 8 mil e 500 multas entre janeiro e novembro de 2017. A corregedoria já investiga a atuação de agentes de trânsito da região que foram denunciados no ano passado pela BandNews FM.