Tamanho de fonte
Atualizado em quinta-feira, 29 de março de 2018 - 13h05

Rio tem um terço a menos de moradores

Um mapeamento da prefeitura detectou grande redução em relação ao ano passado
Cerca de 600 agentes municipais participaram da ação / Tânia Rêgo/ Agência Brasil Cerca de 600 agentes municipais participaram da ação Tânia Rêgo/ Agência Brasil

O número de pessoas em situação de rua na cidade do Rio reduziu de 15 para 5 mil entre o ano passado e 2018. É o que mostra o estudo "Somos Todos Cariocas", feito pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos da Prefeitura do Rio.

O levantamento mapeou e quantificou a população que dorme nas ruas, além de usuários acolhidos pela rede socioassistencial do município. O trabalho foi realizado no dia 23 de janeiro, com cerca de 600 profissionais atuando por toda a cidade.

De acordo com o levantamento, 81% dos moradores de rua são homens. Duas em cada três pessoas tem entre 30 e 59 anos, pardos e pretos são maioria, representando 78% do total.

Em relação aos motivos que levaram à situação de rua, a família se destaca como causa, aparecendo em 40% das respostas. Em seguida, aparecem o uso abusivo de álcool e drogas e o desemprego, com 26 e 16% das respostas, respectivamente.

Quanto a alfabetização, 86% dos entrevistados afirmaram saber ler e escrever e apenas 3% nunca frequentaram a escola.