Tamanho de fonte
Atualizado em segunda-feira, 16 de abril de 2018 - 09h30

PMs cedidos à Alerj devem se retornar à corporação

Os nomes dos policiais foram publicados em diário oficial

Devem se apresentar imediatamente ao Comando da Polícia Militar, os 87 PMs listados no Diário Oficial após determinação do secretário de Estado de Segurança, general Richard Nunes.

O decreto cita ainda que a Assembleia Legislativa do Rio estava há dois meses em dívida com os pagamentos dos agentes e que já havia dado um prazo de 72 horas para a devolução dos PMs, que não foi cumprido.

Caso os policiais não se apresentem, esses agentes podem sofrer penalizações como, por exemplo, terem os pontos cortados ou até mesmo serem expulsos da corporação.

A decisão, que atende um pedido do Gabinete de Intervenção Federal, teve como base a necessidade de recompor o efetivo policial e conter a criminalidade no Estado.

Nesta segunda-feira, o presidente da Assembleia Legislativa do Rio, André Ceciliano, do PT, irá se reunir com a Secretaria de Fazenda para discutir um imbróglio sobre uma suposta dívida que a Casa teria com o Executivo.

Enquanto o presidente da Alerj alega não haver pendências com o Estado, a Secretaria de Segurança afirma haver recursos a serem quitados.