Tamanho de fonte
Atualizado em terça-feira, 15 de maio de 2018 - 14h29

Polícia Militar reassume o patrulhamento da Vila Kennedy

A comunidade estava sob o controle do Gabinete de Intervenção Federal desde fevereiro
Militares devolveram o controle da comunidade ao Batalhão de Bangu / Tânia Rêgo/Agência Brasil Militares devolveram o controle da comunidade ao Batalhão de Bangu Tânia Rêgo/Agência Brasil

A Vila Kennedy, na Zona Oeste do Rio, volta a receber a ocupação de policiais militares nesta terça-feira (15), após ações do Gabinete de Intervenção Federal no Rio. Desde o início da intervenção, as Forças Armadas entraram na comunidade, que foi considerada o projeto piloto da atuação federal no Rio. Agora, com a saída dos militares, o batalhão de Bangu volta a patrulhar a área com o fim da Unidade de Polícia Pacificadora da Vila Kennedy.

Nas primeiras fases do projeto, o Gabinete tomou medidas visando recuperar a capacidade operativa dos órgãos de segurança pública e reduzir os índices de criminalidade na região. Entre as medidas, houve a capacitação de 250 policiais militares que integravam as UPPs da área, em processo de transformação em Companhia Destacada.

Os militares também passaram por treinamento com instrutores do Exército e da Polícia Militar. Além do reforço de infraestrutura do Batalhão de Bangu com entrega de 15 veículos, munição e 100 fuzis. Segundo o Gabinete de Intervenção Federal, as ações na Vila Kennedy resultaram em 21 prisões em flagrante, além da recuperação de mais de 1.600 veículos e apreensão de drogas.