Tamanho de fonte
Atualizado em domingo, 26 de junho de 2016 - 12h07

Médica é morta com tiro na cabeça no Rio de Janeiro

Ele estava sozinha no carro quando foi vítima de uma tentativa de assalto
Polícia disse que a vítima tentou fugir dos bandidos / Reprodução/Facebook Polícia disse que a vítima tentou fugir dos bandidos Reprodução/Facebook

Uma médica foi morta por criminosos durante uma tentativa de assalto na noite desse sábado (25), na saída da Rodovia Presidente Dutra para a Linha Vermelha, na região da Pavuna, na zona norte do Rio de Janeiro. A polícia do Rio busca pistas do grupo.

 

Gisele Palhares Gouvêa, de 35 anos, estava ao volante do carro, sozinha, quando foi vítima de uma tentativa de assalto. 

 

Atingida com um tiro na cabeça, a médica, que era diretora da Clinica da Família de Vila de Cava, em Nova Iguaçu, ainda foi encaminhada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos. 

 

A polícia acredita que a vítima tentou fugir dos bandidos.

 

Aumenta número de PMs mortos neste ano

 

E na madrugada deste sábado (25), mais um policial militar foi morto, com um tiro na cabeça, no Rio de Janeiro. O militar que estava de folga reagiu a uma tentativa de assalto perto da casa do sogro dele, na Pavuna. Com isso, subiu para 53 o número de policiais mortos só neste ano, do total de 220 baleados.

 

Você viu essas notícias?

Garçom é morto após briga por pizza queimada

Moradores criam grupos para relatar assaltos

Roubos crescem e mortes caem em São Paulo

 

Assista

Homem mata mulher com a ajuda da amante