Rádio Bandeirantes
Rádio BandNews FM 99.3
Band TV
Terraviva
Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 13 de setembro de 2017 - 16h21

“Está na hora do Haiti caminhar com as próprias pernas”

Afirmação é de comandante das tropas brasileiras no Haiti
Tropas brasileiras em missão de paz deixarão o Haiti gradualmente até o dia 15 de outubro / Igor Rugwiza - UN/MINUSTAH Tropas brasileiras em missão de paz deixarão o Haiti gradualmente até o dia 15 de outubro Igor Rugwiza - UN/MINUSTAH

Após mais de 13 anos, chegou ao fim a missão de paz brasileira no Haiti. A decisão foi do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas, devido a situação considerada estável no país. O último Comandante do 26° Batalhão de Infantaria de Força de Paz no Haiti, Coronel Alexandre Cantanhede Lago, concedeu entrevista ao programa 90 Minutos, da Rádio Bandeirantes, nesta quarta-feira (13), e afirmou que a passagem brasileira deixará um grande legado ao povo haitiano. “Hoje já tem um presidente eleito, as instituições haitianas estão funcionando. Já temos uma polícia haitiana atuando. Então, chegou a hora do Haiti andar com suas próprias pernas. É esse o legado das tropas brasileiras”, destacou o coronel.

 

Para o coronel, as interações e ações sociais feitas no país foram cruciais para que as tropas brasileiras ganhassem o respeito dos haitianos ao longo dos anos: “Durante esses 13 anos, sempre buscamos interagir bem com a população e fomos muito bem recebidos. Foi toda a gama de atividades que nos permitiu nos aproximarmos da população e conquistar carinho e respeito”.

 

As tropas brasileiras em missão de paz no Haiti deixarão o país gradualmente até o dia 15 de outubro.