Rádio Bandeirantes
Rádio BandNews FM 99.3
Band TV
Terraviva
Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 13 de setembro de 2017 - 19h02

Câmara dos Vereadores da capital debate mobiliário urbano

Dentro de 90 dias, pode ser fornecido relatório para reforma
A revitalização de itens como paradas de ônibus deve ser debatida / Divulgação/PMPA A revitalização de itens como paradas de ônibus deve ser debatida Divulgação/PMPA

Uma comissão especial vai debater, na Câmara Municipal de Porto Alegre, a situação do mobiliário urbano. Proposta pelo vereador André Carús, a comissão terá de 60 a 90 dias para produzir um relatório apresentando alternativas de melhoria para o tema.

 

O vereador explica que o mobiliário urbano se tornou quase uma lenda. A ideia da comissão é primeiramente identificar quais os entraves legislativos que impedem que o tema evolua: “Justamente por ser considerada uma lenda urbana por não termos uma solução nos últimos anos, resolvemos propor a criação desta comissão especial para que possamos analisar a legislação que existe relativo a mobilidade urbana”.

 

Entre os principais problemas estão a falta de placas de nomes de rua e relógios de rua que não funcionam. A intenção é buscar junto à iniciativa privada os recursos para uma reforma neste mobiliário.

 

“O desafio deve ser fracionar os itens. Temos hoje relógios de rua que não têm a informação do horário e temperatura, temos abrigos de ônibus que continuam em situações precárias e sem nenhuma informação das linhas do transporte público para o cidadão aceitar e equipamentos em praças e parques defasados pela ação do tempo ou vandalismo e depredações. São alguns dos exemplos do que precisa ser melhorado”, diz Cairú.

 

Ao todo, 11 vereadores participarão da comissão.