Rádio Bandeirantes
Rádio BandNews FM 99.3
Band TV
Terraviva
Tamanho de fonte
Atualizado em terça-feira, 14 de novembro de 2017 - 11h41

Professores retornam às salas de aulas no município

Paralisação durou 40 dias

Os servidores do município de Porto Alegre retornaram aos trabalhos nesta terça-feira. O estado de greve segue por parte do Sindicato dos Municipários.

 

Houve uma discussão seguida de votação para encerrar a paralisação entre o funcionalismo da Prefeitura de Porto Alegre. A greve iniciou em 5 de outubro, com muitos protestos pela cidade.

 

Agora a preocupação é com a recuperação de aulas. A Secretaria Municipal da Educação deve trabalhar com o calendário que foi aprovado em junho.

 

O secretário Adriano Naves de Brito, pede que seja respeitado o direito dos alunos e professores.

 

“Então nós temos que ajustar o calendário feito em julho com cada uma das escolas, de modo que esteja garantido, integralmente, a reposição de conteúdo e dias letivos aos alunos. Na educação, ainda que haja paralisação, o direito do aluno tem que ser preservado”, diz Adriano Naves.

 

O secretário garante que para repor todos os dias letivos sem prejudicar os alunos, as aulas devem chegar até fevereiro.

 

“Para as escolas que pararam mais tempo é inevitável terminar em fevereiro, vamos fazer essa reposição da forma mais adequada para os alunos. Eles precisam aprender o conteúdo para as próximas etapas do ensino e concluir os dias letivos”, conclui o secretário.

 

A paralisação do SIMPA é por conta do parcelamento de salários. Em junho, aconteceu o primeiro pagamento em parcelas da história de Porto Alegre.