Tamanho de fonte
Atualizado em segunda-feira, 8 de janeiro de 2018 - 13h12

Casos de dengue diminuem em São José dos Campos em 2017

São José dos Campos registrou uma diminuição nos casos de dengue na cidade. Em 2017, foram registrados 432 casos de dengue segundo o balanço realizado nesta sexta-feira, dia 05. A queda é de 74,6% em relação a 2016, quando foram registrados 1.737 casos.


 

Além disso, nenhuma morte foi registrada em 2017, já no ano anterior 11 pessoas morreram vítimas do mosquito.


A Secretaria de Saúde, afirma que a baixa infestação do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya se deve às ações de prevenção, à conscientização da população e à sazonalidade da doença. 


Dos 438 casos registrados, 378 são autóctones (contraídos no próprio município) e 34 importados. Dois casos são indefinidos e 24 ainda aguardam análise do local provável de infestação. Não houve doentes com gravidade.


O balanço mostra também números baixos de outras doenças transmitidas pelo vetor. Chikungunya registrou 18 casos, sendo 3 autóctones, 7 importados e 8 ainda aguardando definição de local de infestação. Não teve casos de zika no município.


Uma nova avaliação de densidade larvária (ADL), a primeira do ano, está prevista para o período de 16 a 31 de janeiro. A pesquisa revela o nível de infestação das larvas do mosquito Aedes.


No ano passado foram realizadas quatro pesquisas. A última, que aconteceu em outubro, revelou um índice larvário de 0,2, bem menor que os padrões considerados de risco. A primeira avaliação, em janeiro, apresentou um índice de 1,0 (estado de alerta); a segunda, em maio, de 0,6 (satisfatória) e a terceira, em julho, apontou índice de 0,1.


Mesmo com a baixa circulação do vírus, a Prefeitura mantém suas equipes em alerta, realizando diariamente ações de prevenção por meio do Centro de Controle de Zoonoses. É importante que a população continue fazendo sua parte para prevenir a dengue.