Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 10 de maio de 2017 - 10h11

SP: programa Empreenda Fácil apresenta problemas

Projeto entrou no ar na segunda e promete diminuir de 100 para sete os dias o processo de abertura de empresa

Funcionários de escritórios de contabilidade estão enfrentando diferentes problemas com o programa Empreenda Fácil da Prefeitura de São Paulo. O projeto entrou no ar pela internet na última segunda-feira e promete diminuir de 100 para sete os dias necessários para abrir uma empresa.

O processo todo inclui uma análise de viabilidade de abertura da empresa, a inscrição na Receita Federal, o registro na Junta Comercial, a inscrição no município e o licenciamento. O empresário depende, portanto, das esferas federal, estadual e municipal para fazer funcionar o negócio próprio.

A administração municipal diz que o empreendedor vai poder fazer a abertura pelo site do Empreenda Fácil, que integra diferentes secretarias. Porém, a contadora Rose Vilaruel usou o programa e identificou que nem tudo pode ser feito digitalmente.

Ouvinte da BandNews FM, ela conta que a etapa que valida o número de identificação da empresa, conhecido como CCM, precisa ser feita presencialmente na Prefeitura, com agendamento prévio.

Já o contador Rodrigo Lima teve problemas para acessar a página da Junta Comercial de São Paulo, que faz parte do site do Empreenda Fácil.

A Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia afirma que o empreendedor pode conseguir a licença do CCM direto do sistema depois de realizar a inscrição na Receita Federal e o registro na Junta Comercial ou no Cartório. O órgão acrescenta ainda que o site apresentou problemas com a certificação digital de seguranças de alguns usuários, mas que já opera normalmente.

Leia também
Caixa reabre linha de crédito mais barata para imóveis 
SP lança pacote para pagamento de dívidas