Tamanho de fonte
Atualizado em segunda-feira, 10 de setembro de 2012 - 18h45

Brasileiros mudam de banco se taxas caírem

Pesquisa revelou que mais da metade dos entrevistados acreditam que instituições públicas oferecem a menor taxa
Mais da metade dos entrevistados reclamaram que se sentem prejudicados por sua instituição bancária / Roosewelt Pinheiro/ ABr/Arquivo Mais da metade dos entrevistados reclamaram que se sentem prejudicados por sua instituição bancária Roosewelt Pinheiro/ ABr/Arquivo

Quase 59% dos brasileiros mudariam de banco se o concorrente oferecesse taxas de juros menores. Foi o que revelou uma sondagem feita pelo instituto de pesquisa Data Popular, especializado em abordagens com público de baixa renda ou pertencente à nova classe média.

A pesquisa, realizada no segundo trimestre com 5.182 entrevistados de todo o país, também revelou que mais da metade dos brasileiros (53% do total dos entrevistados) acreditam que as instituições públicas oferecem a menor taxa de juros.

“O consumidor está muito mais propenso a ir para as instituições públicas do que para os privadas, principalmente por causa dos juros”, disse Wagner Sarnelli, sócio-diretor do Data Popular, em entrevista à Agência Brasil.

Segundo Sarnelli, o grande destaque da pesquisa foi demonstrar que o consumidor tem a percepção de que os juros bancários estão baixando, principalmente nos bancos públicos. “A grande informação é que, definitivamente, o consumidor captou que os bancos públicos estão fazendo um movimento para fornecer taxas de juros menores e que os bancos privados ainda não conseguiram passar a percepção de que estão trabalhando para isso.”

Há uma boa parcela da população, cerca de 35%, que não sabe ainda distinguir um banco privado de um banco público e qual deles oferece juro menor. Outro dado interessante é que mais da metade dos entrevistados reclamaram que se sentem prejudicados por sua instituição bancária e 71,7% deles disseram ser mal atendidos quando vão ao banco.