Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 5 de abril de 2017 - 18h49

Rosely Sayão avalia: dados sobre evasão escolar são assustadores

Dados revelam mais de 2 milhões crianças e jovens estão fora da escola
Evasão escolar seria responsável por um menor índice de desenvolvimento humano no Brasil / Reprodução/Pixabay Evasão escolar seria responsável por um menor índice de desenvolvimento humano no Brasil Reprodução/Pixabay

“Assustador” e “preocupante”. Foi assim que a psicóloga e consultora educacional Rosely Sayão, colunista da BandNews FM, classificou o fato de quase 2,5 milhões de crianças e adolescentes estarem fora da escola no Brasil.

Rosely analisou nesta quarta-feira o estudo da ONG Todos pela Educação, que revelou os dados com base na Pnad – Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio – feita em 2015.

Segundo a psicóloga, a ausência desses jovens nas salas de aula gera, por consequência, um menor índice de desenvolvimento do Brasil. Índice esse que, segundo o Relatório das Nações Unidas (ONU), se manteve estagnado no país pela primeira vez desde 2014.

De acordo com o levantamento de dados, a maior parte dos jovens de 4 a 17 anos de idade que estão sem estudar mora em regiões mais pobres e deveria estar em colégios públicos.

A colunista pediu ainda a mobilização da sociedade para mudar esse cenário, uma vez que a evasão escolar é fruto de diversos fatores que envolvem não só a administração pública, mas a comunidade como um todo.


O estudo

Nos últimos dez anos, o Brasil aumentou o acesso de parcelas mais vulneráveis da população à escola, de acordo com levantamento do movimento Todos pela Educação (TPE). De 2005 a 2015,  o acesso daqueles que têm de 4 a 17 anos aumentou principalmente entre a população parda e negra, entre os de baixa renda e entre moradores do campo. Os avanços foram maiores que os registrados entre brancos, ricos e moradores da cidade.

Os dados de 2015 mostram que o país tem 2.486.245 crianças e jovens de 4 a 17 anos fora da escola. A maior parte tem de 15 a 17 anos, são 1.543.713 jovens que não frequentam as salas de aula.

BandNews TV: Estudo mostra que quase 2,5 milhões de crianças e adolescentes estão fora da escola

Veja mais:
Mais de 22 mil professores já foram ameaçados
Professores não conseguem cumprir conteúdo
Holiday fiscaliza escolas e desagrada secretário