Tamanho de fonte
Atualizado em sexta-feira, 1 de junho de 2012 - 23h47

Especialista dá dicas para ir bem no Enem

Ter motivação, criar estratégias de estudo e investir na interpretação podem garantir bons resultados no exame
Estudantes precisam de organização na hora de estudar para o Enem / Arquivo/ABr Estudantes precisam de organização na hora de estudar para o Enem Arquivo/ABr

O Enem 2012 (Exame Nacional do Ensino Médio) será realizado entre os dias 3 e 4 de novembro deste ano. Aparentemente ainda há bastante tempo para estudar, mas segundo a gerente de conteúdo do portal Universia Brasil, Alexsandra Bentemuller, já está mais que na hora de começar a se preparar para ir bem no teste.

“É importante ter motivação e traçar objetivos bem claros desde já para realizar a prova”, afirma. Segundo ela, muitos estudantes não param para ler e entender bem edital (que já foi divulgado; clique e veja) e quando chega a hora da aplicação do teste acabam não rendendo o que podem. 

As inscrições para o Enem também já foram abertas. Segundo dados do MEC (Ministério da Educação), nos dois primeiros dias já havia passado de 1 milhão o número de inscritos



Veja o passo a passo para se inscrever no Enem

 

Veja o Top 10 dos temas que podem cair na redação deste ano 

Confira o cronograma completo do Enem

Confira as universidades que aceitarão o Enem 2012 como vestibular 

Alexsandra explica, porém, que antes de sair correndo para estudar, o aluno precisa de organização. Há cinco dicas importantes para que o estudante chegue em novembro preparado e, consequentemente, vá bem no Enem:

- Motivação: o estudante deve estar motivado para se aprimorar, estudar e ler muito jornal para estar antenado;

- Objetivos claros: antes dos estudos, o jovem também precisa deixar bem claro os motivos pelos quais está fazendo o teste – se ele quer usar o Enem para entrar em uma universidade, se é apenas um treino para os vestibulares, entre outros. 

- Estratégias de estudo: o ideal é que ele procure saber o que é mais relevante na nota, as matérias que possui mais dificuldade e separe bem o tempo para cada uma delas. 

Exemplo: segundo pesquisa do portal Universia, entre os conteúdos da disciplina de Matemática que caíram na prova entre os anos de 1998 e 2011, geometria foi o assunto mais pedido nas questões. Em seguida ficou cálculo simples, seguido de interpretação, porcentagem, probabilidade e equações e problemas, na última posição.  

- Estar atualizado e bem informado também é de extrema importância, segundo a especialista.  “O Enem faz vínculos entre o que acontece na sociedade e suas perguntas. Portanto, o adolescente precisa saber o que está acontecendo no mundo”, explica Alexsandra. 

- É preciso que o estudante leia com frequência para conseguir interpretar o exame. “80% da prova exige boa interpretação do aluno”, alerta a especialista. Segundo ela, o hábito da leitura também ajuda a ter argumentos e bagagem cultural para escrever uma boa redação. 


Cursinhos

Plataformas online também podem ajudar o estudante, segundo o portal Universia. Dois deles: o Mande Bem no Enem e o Envest. 

O site Mande Bem no Enem possui diversos recursos especializados no exame e foi desenvolvido pelos irmãos Fernando e Maurício Giannini há cerca de dois anos. Ao todo, 42 vídeos-aula sobre as cinco áreas de conhecimento cobradas no teste: natureza (ciências da natureza e suas tecnologias), números (matemática e suas tecnologias), cultura (ciências humanas e suas tecnologias), comunicação (linguagens, códigos e suas tecnologias) e letras (redação, inglês e espanhol). 

Outro site que oferece curso pré-vestibular gratuito, o Envest foi idealizado pelo professor Gian Velada. Além de vídeos-aula e exercícios, a plataforma possui uma rede social onde os estudantes podem se comunicar e enviar dúvidas.