Aprenda a organizar a rotina de estudos

Saber administrar o tempo é fundamental para o aprendizado

Antes mesmo de fazer o plano do que estudar, o aluno deve montar um cronograma com a sua rotina, incluindo o tempo dedicado aos estudos. “É importante saber que não há um número mágico de horas dedicadas, cada um precisa sentir se vai precisar de mais ou menos tempo”, diz Alexandre Antonello, coordenador pedagógico do CPV.

O primeiro passo, então, é descobrir quanto tempo dispõe. Veja abaixo o passo a passo da rotina, feito com base nos horários de um aluno de 3º ano do Colégio CPV.

“Uma vez finalizada, ela deve estar afixada no local de estudos e ser levada a sério, como um treino de academia”, avisa Antonello. Pela experiência do coordenador, os alunos demoram cerca de duas semanas para se adaptar ao programa.

1) Separe em uma planilha (pode ser simples, feita a mão) os sete dias da semana e espaço para colocar horários e atividades.

tabela 1

2) Comece colocando o tempo que passa na escola.

tabela 2

3) Coloque o tempo que precisa dormir à noite para estar bem no dia seguinte. “Geralmente os adolescentes precisam dormir bastante”, diz Antonello. Nesse caso, a orientação do coordenador é evitar o hábito de olhar o celular quando for para a cama, pois isso atrasa as horas de sono. “É para dormir, não para socializar!”, reforça. E isso inclui a sexta-feira.

tabela 3

4) Tem quem faça academia, aulas de música, línguas estrangeiras ou outras atividades. É preciso colocar no cronograma. “Se a menina vai no salão todas as semanas, tem que colocar também”, lembra.

tabela 4

5) Deslocamento e alimentação também tomam tempo! Coloque na tabela, inclusive se você passa um tempo do jantar junto com a família.

tabela5

6) Há quem fique bem fazendo uma sesta após o almoço. “Não é para dormir e esquecer da vida, é só para dar uma descansada no corpo e na mente”, diz Antonello. 

tabela6

7) E agora, sim, hora de ver quanto tempo tem na sua rotina para dedicar aos estudos. “O que pega é o sábado! Não tem como excluir ele da rotina de estudos”, fala Antonello. E aí, como acordou mais tarde e passou a manhã em outras atividades, pode descartar a sesta. Outro hábito que pode ser criado é o de usar o tempo entre o jantar e o sono para ler as obras obrigatórias de literatura.

tabela 7

8) E, sim, há tempo para relaxar! Mas não pode deixar de usar uma parte do domingo para organizar a semana seguinte. “É hora de fazer um balanço da semana que passou, ver o que funcionou, o que precisa ser melhorado e, em termos de assunto, preparar a agenda dos próximos dias”, orienta Antonello.tabela 8

No exemplo acima, o aluno descobre que tem 23 horas e 20 minutos por semana para estudar, mais 4 horas e 30 minutos para ler as obras literárias e 3 horas para organizar a semana seguinte. “Com o passar das semanas, o aluno pode ver que esse tempo é insuficiente. Nesse caso, ele mesmo terá que avaliar o que é realmente importante nesse ano e fazer ajustes na rotina”, diz Antonello.

Leia também:
Planejamento é fundamental para encarar o Enem

Compartilhar

Deixe seu comentário