Tamanho de fonte
Atualizado em quinta-feira, 20 de outubro de 2016 - 18h27

EUA: Trump vai aceitar resultado, mas só se ganhar

Republicano vem denunciando "fraude" para ajudar Hillary Clinton
Trump: Trump: "Me reservarei o direito de um recurso legal caso haja um resultado discutível" Jonathan Ernst/Reuters

Após ter indicado no último debate com Hillary Clinton de que pode não reconhecer a legitimidade da eleição presidencial de 8 de novembro, o candidato republicano Donald Trump afirmou nesta quinta-feira durante um comício em Ohio que aceitará o resultado do pleito, mas apenas se for o vencedor.

 

"Prometo aos meus eleitores e a todos os americanos que aceitarei totalmente os resultados dessa grande e histórica eleição presidencial. Se eu vencer", declarou o magnata, recebendo os aplausos da multidão.

 

Trump vem denunciando reiteradamente uma suposta falta de lisura na votação e um "complô" liderado pela imprensa para favorecer a democrata Hillary Clinton. No comício de Ohio, o bilionário amenizou o tom, mas manteve em aberto a hipótese de não reconhecer o resultado das urnas.

 

"Brincadeiras à parte, aceitarei um resultado claro, mas me reservarei o direito de um recurso legal caso haja um resultado discutível", salientou. Por sua vez, Hillary escreveu no Twitter que é "horrível" concorrer contra um candidato que "mina os pilares da democracia só porque odeia perder". 

 

Leia também:
Obama rejeita alegações de Trump de manipulação eleitoral
Hillary pode vencer mesmo sem votos decisivos