Tamanho de fonte
Atualizado em sexta-feira, 21 de outubro de 2016 - 18h28

Padre e militar são presos por abuso na Itália

Os dois acusados abusaram de dez pessoas no total

A polícia de Palermo, na Itália, prendeu nesta sexta-feira (21) um padre exorcista e um coronel do Exército acusados de praticarem abusos sexuais. Identificado como Salvatore Anello, o padre curandeiro teria abusado de duas mulheres e três menores de idade, que o denunciaram.

 

De acordo com as autoridades, o militar Salvatore Muratore, 52 anos, tirou proveito de quatro mulheres e um menor de idade com problemas psicológicos. No entanto, uma das vítimas revelou o caso de abuso à polícia.

 

As investigações começaram quando agentes da seção de Investigação Criminal de Palermo, dirigido por Vicenzo Collora, receberam uma denúncia de uma mãe que teve a filha, menor de idade, abusada em abril deste ano. Muratore foi preso em seu escritório. No computador foram encontrados filmes pornográficos, com menores de idade como protagonistas.

 

"O Exército já iniciou todos os procedimentos para a imediata suspensão do coronel e expressa profunda indignação e condenação em relação aos graves acontecimentos que ocorreram", afirma as Forças Armadas. 

 

Leia também:
Promotor que humilhou vítima de abuso será punido
STF investiga Feliciano por suspeita de abuso sexual


Você viu?
Papa se reúne com vítimas de abusos de religiosos