Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 19 de abril de 2017 - 15h00

Antecipação de eleições é autorizada no Reino Unido

Para a primeira-ministra, adiantamento dará estabilidade ao país
Com a medida, May espera obter uma maioria mais robusta no Parlamento para seu Partido Conservador / Andrew Yates/Reuters Com a medida, May espera obter uma maioria mais robusta no Parlamento para seu Partido Conservador Andrew Yates/Reuters

O Parlamento do Reino Unido aprovou, por 522 votos a favor e 13 contra, a proposta feita na última terça-feira pela primeira-ministra britânica, Theresa May, de antecipar a eleição geral do país para 8 de junho.

O resultado ultrapassou com folga a maioria de dois terços necessários para antecipar uma eleição.

Segundo May, adiantar a votação para junho, que aconteceria em 2020 originalmente, dará ao Reino Unido "certeza e estabilidade", à medida que o país negocia sua saída da União Europeia, o chamado "Brexit".

Com a medida, May espera obter uma maioria mais robusta no Parlamento para seu Partido Conservador, fortalecendo sua posição de negociação com a União Europeia.

Você viu?
May indica que livre circulação de pessoas pode seguir durante Brexit
Ex-premier Tony Blair lança campanha contra Brexit