Tamanho de fonte
Atualizado em domingo, 18 de junho de 2017 - 12h44

Rússia critica EUA por abordagem "anticubana"

Moscou afirmou que está do lado de Havana após restrições de Trump
O presidente russo Wladimir Putin / Sergei Karpukhin/Reuters O presidente russo Wladimir Putin Sergei Karpukhin/Reuters

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse neste domingo que ações "anticubanas" recentemente anunciadas por Washington foram lamentáveis e que Moscou confirma sua solidariedade com Havana.

O ministério também disse que a nova abordagem adotada pelo governo norte-americano em relação à Cuba relembra a “retórica da Guerra Fria”.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ordenou na sexta-feira (16) restrições mais rígidas para os norte-americanos que viajam à Cuba e uma restrição aos negócios com o exército da ilha caribenha, dizendo que estava cancelando o “terrível e mal conduzido acordo” do ex-presidente Barack Obama, que liberalizava as relações com Havana.

Leia mais:
Trump admite ser alvo de investigação
Cubanos lamentam retrocesso nas relações com EUA no governo Trump