Tamanho de fonte
Atualizado em sexta-feira, 14 de julho de 2017 - 18h27

Papa fixa placa de 'proibido reclamar' em sua porta

Embora esteja de férias, religioso permanece nos aposentos do Vaticano
Placa foi presente do psicólogo e psicoterapeuta Salvo Noé, autor de livros motivacionais / Reuters Placa foi presente do psicólogo e psicoterapeuta Salvo Noé, autor de livros motivacionais Reuters

O papa Francisco colocou uma placa de "proibido reclamar" na porta do seu quarto. O líder católico está de férias, mas permanece na residência de Santa Marta, no Vaticano.

A placa foi colocada recentemente no dormitório papal e alerta que quem viola a norma "sofre de uma síndrome de vitimização, com consequente queda de humor e capacidade de resolver os problemas".

"A sanção será dobrada quando a infração for cometida na presença de crianças", ameaça a placa. "Para dar o melhor de si, tem que se concentrar em seu potencial, e não em seus limites. Por isso, deixe de reclamar e aja para mudar sua vida para melhor", dizem os escritos.

A placa foi criada pelo psicólogo e psicoterapeuta Salvo Noé, autor de livros motivacionais, informou o site La Stampa.

O terapeuta presenteou Francisco com a placa e o papa prometeu colocá-la em seu escritório para dar risadas.

Você viu?
Papa Francisco muda regras para canonização