Tamanho de fonte
Atualizado em sábado, 29 de outubro de 2011 - 11h07

Terremoto deixa 83 pessoas feridas no Peru

Tremor de 6,7 graus deixou 660 desabrigados e provocou pânico em várias regiões do país

Um forte terremoto de 6,7 graus foi sentido na sexta-feira em Lima e em várias cidades do Peru, gerando pânico na população, que durante vários minutos esvaziou escritórios e casas na capital, comprovou a AFP. De acordo com as autoridades, o tremor deixou 83 feridos, 132 casas desabadas e 660 desabrigados.

Os maiores danos foram registrados na cidade de Ica, 325 km ao sul de Lima, de 124 mil habitantes.

A imprensa local informou que o terremoto foi sentido em várias cidades costeiras e dos Andes, onde ocorreram cenas de pânico, apesar de até agora não terem sido informados danos ou vítimas. Também houve cortes nas comunicações telefônicas, que já foram restabelecidas.

Tremor

O Instituto Geofísico do Peru informou que o terremoto foi de 6,7 graus na escala Richter e ocorreu às 13h54 locais (16h54 de Brasília), a cerca de 220 km ao sul de Lima, no Oceano Pacífico, a uma profundidade de 40 km.

"O epicentro foi perto da costa. Foi sentido em boa parte da serra, como Cuzco, Arequipa e Ayacucho, apesar de ali ter tido menor intensidade", disse o diretor do Instituto Geofísico, Hernán Tavera.

O Centro de Alertas para Maremotos do Pacífico não emitiu alerta, apesar de ter advertido que os terremotos dessa magnitude podem causar maremotos destrutivos.

O terremoto desta sexta-feira teve seu epicentro na mesma região onde em 15 de agosto de 2007 ocorreu um forte tremor, de 7,9 graus, que provocou a morte de mais de 500 pessoas.