band.com.br

Tamanho de fonte
Atualizado em quinta-feira, 17 de maio de 2012 - 12h00

Tragédias marcam história da família Kennedy

Esposa de Bob Kennedy Jr. foi encontrada morta na quarta-feira e engrossou a lista de mortes trágicas
Foto de arquivo mostra Robert F. Kennedy Jr. ao lado de Mary Kennedy /  Kimihiro Hoshino / AFP Foto de arquivo mostra Robert F. Kennedy Jr. ao lado de Mary Kennedy Kimihiro Hoshino / AFP

 

A morte de Mary Kennedy, segunda mulher de Robert Kennedy Jr., é mais um fato a engordar a relação de tragédias que marcam a família. As informações são do correspondente da Band em Nova York, Luiz Megale.

Mary, de 52 anos, foi encontrada morta na quarta-feira em sua casa de Bedford, no Estado de Nova York, segundo a imprensa local. Segundo informações extraoficiais, ela teria se enforcado. 

A mulher de Bob Kennedy Jr sofria de alcoolismo e chegou a ser detida por dirigir embriagada. O casal estaria em processo de divórcio, segundo a imprensa. 

Mortes

A tragédia sempre acompanhou a família Kennedy. A figura mais ilustre do clã, o presidente John Fitzgerald Kennedy, foi assassinado em Dallas, em 1963. Em 1968, foi a vez do irmão Robert Kennedy ser assassinado, logo após vencer as primárias democratas e surgir como favorito a vencer as eleições presidenciais. 

Um outro irmão de John e Bob, Joseph, morreu em combate na segunda guerra mundial. Ted Kennedy, que morreu em 2009 aos 76 anos, foi o único dos quatro irmãos a escapar da sina de tragédias. 

A segunda geração, no entanto, não conseguiu escapar da maldição de mortes trágicas. Dois filhos de Bob Kennedy morreram nos anos 80: David por overdose de cocaína, em 1984, e Michael em uma acidente em uma pista de esqui, três anos depois. 

Em 1999, a tragédia se abateu sobre John Kennedy Jr, conhecido como John-John. Ele morreu em um acidente aéreo.

 

Cadastrando-se em nossa newsletter, você receberá diariamente em seu e-mail as últimas Notícias do Band.com.br
Aceito receber e-mails da Band e parceiros